Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Portal UMinho

Event detail




Portal UMinho > EN > Follow UMinho > Event detail

 Event detail

Voltar

University of Minho awarded with the "la Caixa" Foundation and FCT grants

Fotos
Joana Azeredo
João Filipe Oliveira
Pedro Alpuim
Joana Azeredo
João Filipe Oliveira
Pedro Alpuim
Joana Azeredo
João Filipe Oliveira
Banner
Wednesday, 7/21/2021
Braga
Banner
Joana Azeredo, João Filipe Oliveira and Pedro Alpuim were awarded with prestigious research grants from "la Caixa" Foundation and the Portuguese FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
(Only available in Portuguese)

Três projetos ligados à Universidade do Minho foram distinguidos esta quarta-feira no âmbito do “Concurso CaixaResearch de Investigação em Saúde 2021”, com bolsas entre os 500 mil euros e um milhão de euros para os próximos três anos.

João Filipe Oliveira, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS), está a entender a origem da depressão para identificar novos alvos terapêuticos. Já Joana Azeredo, do Centro de Engenharia Biológica, em parceria com o ICVS, vai estudar vírus sintéticos para tratar infeções bacterianas. E Pedro Alpuim, professor da Escola de Ciências da UMinho, desenvolve a partir do INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, também em Braga e em parceria com o ICVS e o CSIC Madrid, um nanodispositivo de grafeno para compreender melhor o funcionamento do cérebro.

Promovido pela Fundação ”la Caixa”, o concurso é o único do género a apoiar a investigação biomédica ibérica e tem um financiamento considerável. Este ano distingue 30 projetos, 12 deles em Portugal, sendo 7 cofinanciados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), como sucede com o de Joana Azeredo. A presente edição teve 644 candidaturas. Este concurso anual nasceu em 2018 e já atribuiu 72 milhões de euros a 105 projetos de excelência na investigação básica, clínica e translacional na área das neurociências e das doenças cardiovasculares, infeciosas e oncológicas.

Sobre os projetos

Os projetos premiados ligados à UMinho afirmam a inovação, a qualidade e o impacto desta academia. Em concreto, João Filipe Oliveira investiga sobre depressão, que afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo. Na Escola de Medicina, vai pesquisar o papel dos astrócitos na depressão para identificar possíveis terapias, pois os resultados prévios demonstram que as alterações moleculares e estruturais daquelas células nervosas influenciam o seu aparecimento.

Na Escola de Engenharia, a equipa de Joana Azeredo tem também 500 mil euros para procurar tratamentos baseados em vírus sintéticos, de modo que ataquem as infeções bacterianas sem comprometer a saúde humana. A resistência aos antibióticos é um problema de saúde pública. Na natureza, as bactérias têm os seus próprios inimigos, os bacteriófagos. Estes vírus infetam especificamente bactérias e podem ser utilizados em terapêutica para combater doenças infeciosas. O projeto envolve ainda o ICVS, sob a coordenação de Jorge Pedrosa.

A investigação liderada por Pedro Alpuim, em que também participam Patrícia Monteiro e Luís Jacinto do ICVS, tem o valor de 1 milhão de euros. Utiliza nanotecnologia de grafeno, biologia molecular e neuroengenharia para desenvolver e validar um novo dispositivo que permita monitorizar as mensagens químicas e elétricas dos neurónios e, assim, compreender melhor o funcionamento do cérebro. Os transtornos neurológicos afetam mais de um quarto da população mundial.

+Info: fundacionlacaixa.org/en/caixaresearch-health-research-call-projects-2021, www.fct.pt/apoios/cooptrans/fundacaolacaixa/i4b, healthresearch@fundaciolacaixa.org
www.fct.pt/noticias/index.phtml.pt?id=690&/2021/7/FCT_e_Funda%C3%A7%C3%A3o_%E2%80%9Dla_Caixa”_apoiam_12_projetos_portugueses_de_investigação_em_saúde
www.icvs.uminho.pt, www.med.uminho.pt, www.ceb.uminho.pt/News/Details/3250, www.eng.uminho.pt, www.ecum.uminho.pt