Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho




Portal UMinho > PT > Ensino > Oferta educativa

Otimização de Sistemas Industriais e de Serviços (PD em Parceria) (Programa Doutoral) 2017/2018

Voltar


Geral


Grau Académico:
  • Doutor
ECTS:
180
Duração:
6 semestres letivos
Regime:
Diurno
Local:
Campus de Azurém, Guimarães
Área científica predominante:
  • Investigação Operacional

Contactos


    Diretor de Curso
    José Manuel Vasconcelos Valério Carvalho
    vc@dps.uminho.pt
    Tel: +351 253 604 744

    Coordenador Académico


    Tel:

    Coordenador ECTS
    Rosa Maria Castro Fernandes Vasconcelos
    rosa@det.uminho.pt
    Tel: 510292 /517178

    Escola de Engenharia
    Campus de Azurém
    4800-058 Guimarães

    Tel: 253510179; 253510160 Fax: 253510178
    E-Mail: cp@eng.uminho.pt
    URL: http://www.eng.uminho.pt

Descrição


A Investigação Operacional envolve a análise de sistemas complexos, a construção de modelos matemáticos que descrevam as relações entre as variáveis do sistema, e a resolução desses modelos, que se traduz na procura de soluções que otimizam o desempenho do sistema. Os resultados fornecidos pelos modelos matemáticos permitem compreender e prever o comportamento dos sistemas, e servem para apoiar os gestores no processo de tomada e execução de decisões.
Por essa razão, é uma ciência que tem um papel fundamental na gestão racional de recursos usados em operações e processos, contribuindo para a sustentabilidade e para a melhoria da produtividade e da competitividade da indústria e dos serviços.
O objetivo central de formação do PDOSIS é a criação de recursos humanos altamente qualificados e especializados, com competências avançadas para abordar de uma forma efetiva problemas complexos do mundo real utilizando ferramentas computacionais. Os profissionais com este perfil devem ter um conhecimento teórico alargado que lhes permita analisar, avaliar e escolher as ferramentas mais adequadas para a abordagem a cada problema, e ser capazes de utilizar essas ferramentas para dar uma resposta efetiva aos problemas.
Tem-se assistido a desenvolvimentos que têm feito progredir a fronteira da dimensão dos modelos matemáticos que é possível resolver de uma forma notável. É agora possível não só resolver problemas de muito maior dimensão, mas também arranjar soluções de muita boa qualidade para modelos que incorporam aspetos muito complexos, a que era impensável atender há duas décadas. A integração de ferramentas computacionais de resolução destes modelos matemáticos em sistemas de tecnologias de informação (TI) permite aplicações de grande sucesso.

Resultados de aprendizagem


1. Conhecer o modo de formular modelos de programação matemática num conjunto de situações típicas, compreender a importância das formulações fortes e conhecer as técnicas mais comuns para as obter;
2. Aplicar esses conceitos na abordagem a problemas reais típicos, e ser capaz de os resolver utilizando ferramentas computacionais de resolução de modelos de programação matemática;
3. Conhecer as limitações existentes na utilização de métodos de resolução exatos, resultantes da carga computacional, e desenvolver a capacidade de avaliar a dimensão das instâncias de um dado problema que é possível resolver em tempo útil;
4. Compreender a importância da avaliação da qualidade das soluções, quer nos métodos exatos, quer nos métodos aproximados, e ser capaz de conceber, avaliar e implementar métodos de proceder a essa avaliação.

Acesso a estudos superiores


A conclusão deste curso de doutoramento permite a realização de atividade de investigação a nível de pós-doutoramento

Saídas profissionais


Este ciclo de estudos tem como objetivo principal complementar a formação de licenciados e de mestres conferindo-lhes formação especializada, avançada, na área de programação matemática e promovendo o conhecimento de conceitos de ciência da computação e de bases de dados que lhes permitam, em trabalho de equipa multidisciplinar, coordenar a integração das ferramentas de resolução dos modelos de programação matemática em sistemas de tecnologias de informação, o que permite aos graduados trabalhar em empresas de áreas, como a logística, a saúde, o planeamento de operações e as telecomunicações.

Acesso


30

Vagas

5

Mínimo

Formas de acesso


Os candidatos ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor devem dirigir um requerimento ao conselho científico da instituição de ensino onde pretendem ser admitidos, formalizando a sua candidatura, que poderá ser realizada por meios eletrónicos, usando
o processo de candidatura da Instituição onde o aluno faça a sua inscrição.

O requerimento de candidatura deve ser instruído com os seguintes elementos:
a) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições acima referidas;
b) Curriculum vitae atualizado, incluindo trabalhos publicados ou devidamente documentados;
c) Domínio a investigar, com indicação dos objetivos gerais a alcançar;

Pré-requisitos formais


São admitidos como candidatos à inscrição:

a) os titulares de grau de mestre ou equivalente legal nas áreas de matemática, engenharia, economia e áreas afins;

b) os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da instituição de ensino onde pretendem ser admitidos, após a concordância da Comissão Científica do curso.

c) os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da instituição de ensino onde pretendem ser admitidos, após a concordância da Comissão Científica do curso.

Prazos de candidatura


1ª Fase
De 02 a 13 de janeiro de 2017 

2ª Fase
De 28 de agosto a 03 de setembro de 2017 

3ª Fase
De 02 a 14 de janeiro de 2018

Prazos de inscrição


1ª e 2ª Fases
De 20 a 29 de setembro de 2017 

3ª Fase
A definir

Informação Adicional


Plano de Estudos


Regime Unidade Curricular Área Cient. ECTS
Ano 1 60
S1 Laboratório e Aplicações IO 6
S1 Preparação do Plano de Tese I IO 6
S1 Opção Técnico Científica I 6
Caraterização de Poliedros IO 6
Métodos de Decomposição em Programação Inteira IO 6
Modelação IO 6
Otimização Combinatória IO 6
Otimização Não-Linear Discreta IO 6
Otimização sem Derivadas IO 6
Programação Estocástica IO 6
Técnicas Heurísticas IO 6
S1 Opção Técnico Científica II 6
Caraterização de Poliedros IO 6
Métodos de Decomposição em Programação Inteira IO 6
Modelação IO 6
Otimização Combinatória IO 6
Otimização Não-Linear Discreta IO 6
Otimização sem Derivadas IO 6
Programação Estocástica IO 6
Técnicas Heurísticas IO 6
S1 Opção Técnico Científica III 6
Caraterização de Poliedros IO 6
Métodos de Decomposição em Programação Inteira IO 6
Modelação IO 6
Otimização Combinatória IO 6
Otimização Não-Linear Discreta IO 6
Otimização sem Derivadas IO 6
Programação Estocástica IO 6
Técnicas Heurísticas IO 6
S2 Preparação do Plano de Tese II IO 12
S2 Opção Técnico Científica IV 6
Caraterização de Poliedros IO 6
Métodos de Decomposição em Programação Inteira IO 6
Modelação IO 6
Otimização Combinatória IO 6
Otimização Não-Linear Discreta IO 6
Otimização sem Derivadas IO 6
Programação Estocástica IO 6
Técnicas Heurísticas IO 6
S2 Opção Técnico Científica V 6
Caraterização de Poliedros IO 6
Métodos de Decomposição em Programação Inteira IO 6
Modelação IO 6
Otimização Combinatória IO 6
Otimização Não-Linear Discreta IO 6
Otimização sem Derivadas IO 6
Programação Estocástica IO 6
Técnicas Heurísticas IO 6
S2 Opção Técnico Científica VI 6
Gestão de Projetos CTC 5
Teoria dos Jogos CTC 6
Ano 2 3 120
BA Tese em Otimização de Sistemas Industriais e de Serviços IO 120

Avaliação/Acreditação


Estado de acreditação pela A3ES:
Acreditado
Data de publicação da decisão:
25-01-2013
Número de Registo:
R/A-Cr 4/2013/AL01
Data de Registo:
24-03-2016
Validade:
24-01-2019