Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Investigação




Portal UMinho > PT > Investigação e Inovação

 Investigação


A Universidade do Minho (UMinho) é hoje claramente uma Universidade de Investigação. Isso reflete-se na posição que tem vindo a assumir nos principais rankings internacionais, nomeadamente o Ranking Leiden, o principal ranking ligado à investigação científica, sendo um ranking bibliométrico, mas também nos grandes rankings da Times Higher Education (THE), quer no ranking global quer no ranking THE das universidades com menos de 50 anos.
 
É também muito claro o aumento do numero de publicações científicas, e dos diversos outputs científicos da Universidade do Minho, ao longo dos últimos anos, bem como do número de citações obtidas, e dos investigadores da UMinho que são considerados investigadores highly cited, e com maior número de citações e índices h, nas suas áreas científicas.  
 
A Universidade representa já cerca de 9%, aproximando-se dos 10%, do sistema científico português, o que é claramente superior ao número de investigadores que proporcionalmente representa a nível nacional. Em 2015 a UMinho publicou 1642 artigos listados no ISI Web of Science  (mais 20% que em 2014) e 1997 artigos listados no Scopus ( mais 10% que em 2014).
 
A Universidade tem sido capaz de angariar de forma crescente grandes projetos europeus, tendo atualmente 3 Bolsas Avançadas do Conselho Europeu de Investigação – ERC AdG (uma delas partilhada com uma Instituição Holandesa) e gerindo atualmente 4 projetos de grande dimensão todos com financiamento para a UMinho superior a 2.3 milhões de euros.
 
A UMinho é uma das Instituições Portuguesas com maior sucesso na captação de grandes projetos Europeus. É a única Universidade Portuguesa que coordena projetos em todos as tipologias do programa Widening da Comissão Europeia (EC). Depois de ter coordenado um projeto REGPOT no 7º Programa Quadro, coordena atualmente um TEAMING que está na segunda fase, 2 projetos TWINNING e um projeto ERA-Chairs, participando ativamente num outro projeto TEAMING.
 
A UMinho participa também nos dois grandes projetos FET Flagship, o FET Graphene e  FET Brain. A Universidade do Minho conseguiu projetos aprovados em todos os Sub-Programas do 7º Programa-Quadro e tem também tido um sucesso crescente no programa Horizon 2020 da EC. Neste programa a UMinho tem sido particularmente competitiva nas áreas da investigação para as pequenas e médias empresas, das nanociências, nanotecnologias, materiais e novas tecnologias de produção, das tecnologias de informação e comunicação, e da alimentação, agricultura e pescas, e biotecnologia, bem como nos projetos de acesso aberto a publicações e dados científicos.
 ​
A UMinho tem, ainda, projetos aprovados no FET – Future Emerging Technologies - que financia ideias/projetos disruptivos, tendo igualmente sucesso na maioria das tipologias de bolsas e redes de treino (ITNs) das ações Marie Sklodowska-Curie. A UMinho participa ainda em inúmeros projetos de colaboração bilateral. A Universidade tem também estado muito ativa em projetos de colaboração transfronteiriça (POCTEP), do espaço Euro-Atlântico e CYTED, bem como em diversos projetos ERA-NET.
 
 
A UMinho tem também um grande número de projetos financiados pela FCT e pela Agência Nacional de Inovação (ANI), de diversas tipologias, em curso. Tem vindo a ter crescente sucesso nos concursos para contratação de Investigadores – Investigador FCT, e concursos de bolsas individuais da FCT. Tem também um conjunto de Programas Doutorais financiados pela FCT em curso em diversos domínios científicos. A UMinho participa em 22 Programas de Doutoramento, dos 96 financiados pela FCT, coordenando 9 destes Programas, o que corresponde a cerca de 650 bolsas de Doutoramento. Existem na UMinho neste momento cerca de 900 bolsas de investigação, de diversas tipologias, atribuídas no âmbito de projetos em curso.
 
A Universidade tem também vindo a captar no âmbito dos Programa Regionais, ON2 e NORTE 2020, diversos financiamentos para Programas Integrados e Programas Estruturados de IC&DT, projetos de Requalificação, projetos de Reequipamento Científico, projetos de Valorização e Animação do Património Cultural e projetos de Promoção e Capacitação Institucional.

A UMinho tem uma estratégia muito clara para a Propriedade Intelectual​, sendo uma das Universidades portuguesas com maior sucesso nesta área de proteção de conhecimento e na obtenção de patentes nacionais e internacionais. Tudo isto é feito com uma fortíssima ligação às empresas, à região, ao território. A Universidade assume-se como uma Universidade completa e tem sido capaz de conseguir projetos, quer com financiamento direto de empresas quer projetos mobilizadores e em co-promoção, de grande sucesso e grande dimensão, sendo atualmente de destacar a grande parceria com a empresa Bosch.
 
A Universidade tem também uma política de criação de spin-offs e start-ups que tem tido um grande sucesso nos últimos anos​.