Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Detalhe do evento




Portal UMinho > PT > Siga a UMinho > Detalhe do evento

 Detalhe do evento

Voltar

Seminário Almoço CICS

Fotos
almoco
terça-feira, 16/07/2019
Sala de Atos do Instituto de Ciências Sociais, Campus de Gualtar
almoco
A 6ª edição do ciclo de seminários de 2019 conta com a presença de Rita Moreira e terá como tema "Empreendedorismo dos diplomados: avaliação do papel da Universidade e formas de identificação com autoemprego". Entrada livre.
O 6º Seminário-Almoço CICS de 2019 tem lugar a 16 de julho, pelas 12h30, na Sala de Atos do ICS. A oradora convidada é Rita Moreira (Doutoranda de Sociologia da Universidade do Minho) e refletirá em torno do tema " Empreendedorismo dos diplomados: avaliação do papel da Universidade e formas de identificação com autoemprego ". A entrada é livre.

Resumo abreviado:
Nos últimos anos, e aliado à expansão do ensino superior e aos problemas de emprego dos diplomados, o empreendedorismo tem vindo a ser assumido como um objetivo primordial de políticas públicas e de atuação das universidades na Europa (CE, 2010).Tal discurso tem-se estruturado em torno de diversas questões centradas sobre a importância da preparação da população com qualificações académicas para o mercado de trabalho (Tomlinson, 2012), no sentido de lhes disponibilizar ofertas formativas e metodologias inovadoras de ensino ajustados às atuais exigências e orientações do mundo laboral (Marques &Vieira, 2014; Marques, 2016). Ou seja, exige-se dos diplomados não só conhecimentos técnico-científicos específicos, mas também características e atitudes empreendedoras que lhes permitam aceder ao emprego ou criar o seu autoemprego/empresa. Esta apresentação, inserida no âmbito do projeto de doutoramento em fase de conclusão, intitulado “Empreendedorismo dos diplomados: políticas do ensino superior e (re)configuração das trajetórias profissionais dos diplomados”, propõe-se avançar com uma nova proposta concetual sobre o fenómeno denominado de potencial de empreendedorismo, ao analisar a forma com diplomados constroem, percebem e negoceiam o seu empreendedorismo durante as suas trajetórias de transição profissional. A estratégia metodológica suporta-se nos resultados da vertente qualitativa do estudo, nomeadamente a aplicação de trinta e oito (38) entrevistas semiestruturadas, durante o ano letivo 2013/2014, a diplomados universitários com diferentes perfis-tipo de potencial de empreendedorismo. Na presente comunicação, debruçamo-nos especificamente sobre a análise das representações dos diplomados entrevistados acerca da relação entre preparação académica e empreendedorismo, a qual terá por base os seguintes eixos: i) avaliação e tipo de papel atribuído à Universidade/curso na preparação para o mercado de trabalho e empreendedorismo; ii) perspetiva acerca das potencialidades, obstáculos e fatores críticos dos processos educativos no ensino superior, em particular na área do empreendedorismo; iii) a importância da educação empreendedora no acesso ao emprego e no desempenho profissional; iv) manifestações de identificação com o empreendedorismo/autoemprego. Na conclusão pretende-se refletir sobre os determinantes do empreendedorismo dos diplomados no sentido de orientações socio valorativas relativamente à criação do próprio emprego/empresa e às “decisões” de futuro profissional, bem como discutir o papel do ensino superior no quadro de profundas transformações da esfera laboral.

Nota curricular de Rita Moreira
Socióloga. Doutoranda em Sociologia da Universidade do Minho, com o projeto intitulado “Empreendedorismo dos diplomados: políticas do ensino superior e (re)configuração das trajetórias profissionais dos diplomados”, financiado pela Fundação para a Ciências e Tecnologia, sob a orientação científica da Prof. Doutora Ana Paula Marques da Universidade do Minho. Investigadora do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais – Polo da Universidade do Minho. As suas principais áreas de interesse são: inserção profissional, políticas do ensino superior e empreendedorismo.