Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Detalhe do evento




Portal UMinho > PT > Siga a UMinho > Detalhe do evento

 Detalhe do evento

Voltar

UMinho de portas abertas na Semana da Ciência e da Tecnologia

Fotos
Nos laboratórios do CEB-UMinho (foto: arquivo)
Os mais novos numa iniciativa da Escola de Ciências da UMinho (foto: arquivo)
Semana da Ciência e da Tecnologia 2022
19/11/2022 - 27/11/2022
Até dia 27 | Braga, Guimarães, Viana do Castelo e Online
Semana da Ciência e da Tecnologia 2022
A Universidade do Minho apresenta mais de três dezenas de atividades abertas para o público aquando da Semana da Ciência e da Tecnologia, que decorre de 19 a 27 de novembro em todo o país. O programa visa aproximar a sociedade da ciência, mostrar o quotidiano dos investigadores e estimular os jovens a seguir áreas científico-tecnológicas. Na UMinho, há já várias centenas de inscritos, sobretudo de escolas.

O Centro de Engenharia Biológica (CEB) dinamizou no sábado, às 17h00, no Museu Nogueira da Silva, em Braga, uma talk com Sílvio Santos, Ana Nicolau e Carla Silva sobre vírus bons, protozoários nas ETAR e a natureza aplicada ao têxtil e à cosmética. De segunda a quinta-feira, cientistas do CEB vão a escolas da região partilhar as suas descobertas com alunos. Ao mesmo tempo, acolhem-nos nos laboratórios do campus de Gualtar, em Braga. Na sexta-feira, há até sessões a partir das 9h30 com crianças do 1º ciclo a vestir a bata e viajar ao mundo dos
microrganismos. No dia 26, das 9h30 às 17h30, o Open Day desafia todos os cidadãos a visitarem o CEB.


O Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) convida nos dias 21, 22 e 25 os estudantes a avaliarem o ecossistema do rio Este, em Braga, recolhendo fotos e registos biológicos, observando-os no laboratório e produzindo depois uma exposição com os resultados macro e microscópicos. Na segunda e terça-feira, realizou ainda um workshop no campus para divulgar a ferramenta Practicum Profiles Tool a futuros docentes, dando apoio e mentoria online no estágio.


Já os investigadores da Escola de Ciências da UMinho (ECUM) vão de segunda a sexta-feira a escolas do Norte litoral interagir e inspirar a próxima geração de cientistas e
levar exposições sobre a química no dia a dia, aspetos do ser humano ou a ligação biologia/matemática. E mais de 300 alunos do pré-escolar ao secundário vêm aos laboratórios da ECUM no campus, em especial na quinta-feira, descobrir sobre ilusões óticas, radiação solar, diversidade genética, recursos geológicos, química, óleos essenciais e produtos naturais na medicina tradicional, farmacologia e alimentação.

Nesse dia, ainda em Braga, decorre pelas 14h00 um passeio ecológico-botânico ao Parque do Picoto com dois peritos nacionais e, às 18h00, no Museu dos Biscainhos, abre a exposição "Relógios de Sol", com a evocação do acervo do general Pereira do Vale e palestras do coronel Borges da Fonseca e do astrónomo João Fernandes.
Além disso, a ECUM é parceira da Casa do Conhecimento de Vila Verde com uma palestra do professor Paulo Pereira sobre geodiversidade, do Planetário de Braga num “Café com Ciência” sobre resíduos orgânicos pela professora Fátima Bento e, também, da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, com uma oficina sobre telhados verdes e jardins verticais pelas docentes Isabel Mina e Cristina Calheiros. No dia 25, às 14h00, o auditório da ECUM acolhe ainda o Encontro de Parceiros da Rede de Clubes Ciência Viva na Escola, com representantes de 53 escolas, para estreitar laços e planear projetos.

Inspirar a próxima geração


O Centro de Investigação em Justiça e Governação (JusGov) apresentou-se online na terça-feira, às 15h00, evidenciando as equipas, a Escola de Investigadores e o projeto InclusiveCourts, com Patrícia Jerónimo. Na sexta-feira, às 11h30, a investigadora Marta Santos Silva orienta a conversa online “Slowfashionists, less is cool”, repensando o que consumimos. Nos dias 24 e 25, a Escola de Direito da UMinho junta oradores de quatro países no congresso “IA & Robótica”, anunciando no final o livro com os resultados do projeto homónimo.


Por seu turno, o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) sugere o passeio “Alimentar (a) com-ciência”, com Cynthia Luderer a percorrer na quarta-feira, pelas 10h00, o setor da restauração junto ao campus de Gualtar e as suas várias estratégias de comunicação. No dia seguinte, às 11h00 e no Colégio do Minho, em Viana do Castelo, Pedro Chamusca vai investigar com os alunos sobre métodos de recolher e representar as mudanças no seu território.

Nessa manhã, mas em Guimarães, estudantes de qualquer ciclo podem ver a simulação da ação de sismos em edifícios até ao seu colapso, além do projeto europeu Stand4Heritage e outros equipamentos. É no laboratório do Instituto para a Sustentabilidade e Inovação em Estruturas de Engenharia (ISISE), no campus de Azurém. Já no campus de Couros, o Curtir Ciência - Centro de Ciência Viva inaugura a exposição "Laboratório-Museu", com o acervo científico do último século das escolas secundárias Francisco de Holanda e Martins Sarmento.

Ainda no concelho de Guimarães, mas no AvePark, o Grupo 3B’s organiza no mesmo dia um Open Day, desafiando os cidadãos em geral a visitarem as suas instalações e laboratórios, a interagir com os cientistas e a perceber os projetos em curso. Há quatro turnos de uma hora cada, sendo as inscrições gratuitas online.

As diversas atividades inserem-se na Semana da Ciência e da Tecnologia promovida a nível nacional pelo Ciência Viva, a qual ocorre há 26 anos, aquando do Dia Nacional da Cultura Científica, celebrado a 24 de novembro.


Semana Científico-Pedagógica


Em paralelo, a Escola de Psicologia (EPsi) da UMinho, no campus de Gualtar, organiza a 1ª Semana Científico-Pedagógica para o público em geral, em particular os alunos dos três ciclos do ensino superior nesta área. Na segunda-feira previa-se visitas a consultórios e, às 14h30, debateu-se no auditório da EPsi sobre mobilidades, com estudantes de vários países e a diretora dos Serviços de Apoio à Internacionalização da UMinho, Ana Esteves. Seguiu-se um painel sobre o percurso dos antigos alunos Inês Mendes (Universidade de Londres), Alexandre Mendes (Subvisual), Mariana Barbosa (Universidade Católica) e Daniel Pereira (Moreirense).


Na terça-feira, a professora Adriana Sampaio mostrou as atividades da Associação de Psicologia da UMinho e do ProChild, o laboratório colaborativo para uma estratégia nacional de combate à pobreza e exclusão infantil. Às 14h30, a docente Maria do Céu Taveira conversou sobre estágios e supervisão. Na manhã seguinte, Pedro Moreira coordena a sessão que desvenda as investigações na EPsi e, às 16h00, há uma palestra do presidente da Ordem dos Psicólogos - Norte, Eduardo Carqueja. No dia 24, às 9h30, intervêm a diretora do doutoramento em Psicologia e em Psicologia Aplicada, Iolanda Ribeiro e (ex-)alunos dos cursos. Às 14h30, é a vez do testemunho do psicólogo humanitário, músico e fotógrafo Raúl Manarte. E na sexta-feira, a partir das 9h30, evoca-se o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, com Raquel Gomes (Cáritas), Patrícia Santos (Cruz Vermelha) e Hélder Fernandes (PSP).

+Info: www.cienciaviva.pt/semanact/2022
​​​​​​​​​​​​ ​​Nome do documento
​​​​​​​​   Semana Científico-Pedagógica da EPsi - programa.pdf
  • Universidade do
    Minho
  • Largo do Paço
    4704-553 Braga
  • T.:253 601 100, 253 601 109
    E.: gcii@reitoria.uminho.pt
© Universidade do Minho - 2022