Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Agenda




Portal UMinho > PT > Cultura > Agenda

 Agenda

“Encontros de Imagem” inaugurados na UMinho

De sábado, 22.09.2018 até domingo, 28.10.2018
Até 28 de outubro | Braga e Guimarães
O festival internacional de fotografia e artes visuais “Encontros da Imagem” decorre de 21 de setembro a 28 de outubro, englobando 40 exposições de mais de cem artistas, em 17 espaços nas cidades de Braga, Guimarães, Barcelos e Porto. A inauguração oficial foi a 22 de setembro, às 12h00, na nova galeria da Universidade do Minho, no Largo do Paço, em Braga. A sessão contou com artistas, galeristas, curadores, diretores de museus e de festivais e outros responsáveis. Seguiu-se a abertura da nova galeria e das cinco exposições aí patentes, da autoria de Gloria Oyarzabal, Tamara Wassaf, Jacob Burge, Ivan da Silva e do coletivo FAMU, da República Checa.

Esta 28ª edição do festival tem o tema “O belo e a consolação”, aludindo à obsessão do ser humano pelo prazer e, ao mesmo tempo, à sua dificuldade em encontrar a consolação. A UMinho é a entidade que volta a ceder mais espaços (cinco) para o evento, o que evidencia a sua aposta na cultura, na formação de novos públicos e na abertura à sociedade.

Ainda no centro de Braga, o Museu Nogueira da Silva recebe a exposição “A invenção da memória”, do fotógrafo João Paulo Serafim, a ilustrar o mundo real e imaginado dos museus e dos arquivos. Já o Convento de São Francisco em Real, numa parceria com a Unidade de Arqueologia, é palco das exposições. “El poder de la sombra”, de Raquel Calviño, “Oestriminis”, de José Alves, e “Ley de vida”, de Miguel Vieira Pinto, que abordam respetivamente a relação amor/dor, os mitos e a comunidade cigana. A Biblioteca Geral em Gualtar apresenta casais seniores a dançarem felizes, da série fotográfica “Viv(r)e la vie”, de Ana Galan. Por fim, igualmente com apoio dos Serviços de Documentação, a Biblioteca da UMinho no campus de Azurém, em Guimarães, abre-se ao silêncio das ruas “de” Bruno Silva e ainda ao olhar ficcionado de Eduardo B. & Rui H. sobre o filme clássico “Profissão: repórter”, de Antonioni.

O programa geral do festival, maioritariamente de entrada livre, inclui também quatro conferências, workshops, oficinas infantis, serviço educativo, ciclo de cinema com oito filmes, projeções em vários espaços, feira de antiguidades de material fotográfico e feira de editoras independentes de livros e revistas de fotografia. Destaca-se ainda um concerto multimédia de Spectrum, esta sexta-feira, às 22h30, no GNRation, bem como a atribuição dos prémios Discovery, Emergentes, Prémio Internacional de Fotografia e EI Books. Os “Encontros da Imagem” são uma referência em Portugal e um dos festivais de fotografia mais antigos e reputados da Europa.


Conferência de imprensa

O salão nobre da UMinho, no Largo do Paço, em Braga, recebeu a 13 de setembro a apresentação oficial da 28ª edição dos “Encontros da Imagem”.
A sessão decorreu pelas 15h30 e contou com a presença do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e da direção da associação Encontros da Imagem, representada por Carlos Fontes e Manuel Santos.

+Info: encontrosdaimagem.com, facebook.com/eimagem

Exposição de fotografia "Uma Visão Dinâmica da Ciência", do I3Bs

De sexta-feira, 12.10.2018 até segunda-feira, 12.11.2018
Até 12 de novembro | FNAC Braga
Exposição "Uma Visão Dinâmica da Ciência", com fotografias de cientistas do Instituto de Investigação em Biomateriais, Biodegradáveis e Biomiméticos (I3Bs) da UMinho, patente de 12 de outubro a 12 de novembro na FNAC Braga. Mostra com os dez trabalhos mais votados no concurso "Photo Dynamics Contest", que envolveu todos os membros do Grupo 3B's, com o fim de promover a criatividade científica e de transmitir à sociedade uma perspetiva do trabalho do I3Bs. Sessão de inauguração com a presença do diretor do I3Bs e vice-reitor da UMinho para a Investigação, Rui L. Reis.

O Grupo de Investigação 3B’s, sediado no AvePark, em Barco, Guimarães, foi estabelecido em 1998 na UMinho e suporta uma equipa multidisciplinar que trabalha na interface da biotecnologia, biologia, engenharia biomédica e ciências dos materiais. As principais áreas deste grupo de excelência incluem, entre outros, desenvolvimento de novos materiais, engenharia de tecidos, medicina regenerativa, nanomedicina e isolamento e diferenciação de células estaminais.

Neste contexto, o programa PhDynamics (Doutoramento Dinâmico) tem como principal objetivo aprofundar diversas áreas de competências transversais (soft skills), através da promoção de eventos socioculturais e da estimulação do dinamismo entre os alunos, permitindo o desenvolvimento de melhores cientistas. A equipa Criativa (Creativity Team) surgiu assim para possibilitar a conexão de ideias aparentemente não relacionadas e permitir a translação do trabalho de investigação desenvolvido em diferentes perspetivas.

- Fotos: facebook.com/phdynamics3bs/posts/1854012057986939

+Info: 3bs.uminho.pt/news/expo-cientifica-fnac-braga-20181012, www.fnac.pt/culturafnac
facebook.com/events/561508504302530, facebook.com/phdynamics3bs/posts/1654410317947115

Apresentação do livro "Visão, olhos e crenças" no Museu Nogueira da Silva

sexta-feira, 26.10.2018
Museu Nogueira da Silva, Av. Central, Braga
Apresentação do livro "Visão, olhos e crenças", de Luís Miguel Bernardo, a 26 de outubro, às 18h00, no Museu Nogueira da Silva, uma unidade cultural da UMinho no centro de Braga. Entrada livre.

Apresentação da obra por José Manuel González-Méijome, diretor do doutoramento de Optometria e Ciências da Visão e professor catedrático da Escola de Ciências da UMinho. Incluída ainda uma intervenção de Carlos Fiolhais, diretor da coleção "Ciência Aberta" da Gradiva, e uma sessão de autógrafos.

+Info: www.mns.uminho.pt

Exposição "Manuel Monteiro: político e homem de cultura" na Biblioteca Pública de Braga

De sexta-feira, 28.09.2018 até sexta-feira, 30.11.2018
Até 30 de novembro | Biblioteca Pública de Braga
Exposição "Manuel Monteiro: político e homem de cultura" de 28 de setembro a 30 de novembro, no átrio da Biblioteca Pública de Braga (BPB), uma unidade cultural da UMinho, situada na Praça do Município. Entrada livre todos os dias úteis, das 9h00-12h30 e 14h00-17h30. Mostra documental sobre a vida e obra de Manuel Monteiro (1879-1952), aquando dos 139 anos do nascimento deste ilustre escritor, arqueólogo, etnólogo, diplomata, magistrado e crítico de arte bracarense, que cedeu o seu espólio bibliográfico à BPB.

No dia da inauguração, foi apresentada a II edição do “Prémio de História Local Dr. Manuel Monteiro”, criado pelo Município de Braga e apoiado pela BPB, tendo caráter bienal e o fim de estimular a publicação de estudos histórico-sociais sobre Braga, além de valorizar a investigação no quadro do aprofundamento da sua matriz identitária e comunitária. A BPB acolhe desde 1957 a livraria particular do evocado, que inclui obras de história de arte, arqueologia, história, literatura, além de alguns manuscritos e o arquivo fotográfico de Rocha Peixoto, depositado no Museu Nogueira da Silva, tendo por isso uma responsabilidade acrescida na divulgação desta figura da cultura portuguesa de finais do século XIX e da primeira metade do século XX.

Núcleos da exposição

i) a atividade do político de convicções republicanas, em publicações periódicas e outros documentos;
ii) a atividade de investigação e de divulgação cultural nas principais monografias e artigos publicados em revistas da autoria de Manuel Monteiro;
iii) a intervenção do homenageado na defesa do património bracarense, dando destaque à polémica gerada em torno da demolição do Castelo de Braga; à chamada “questão dos papeis de Braga” e à forte oposição em torno da tentativa de deslocação do arquivo do Cabido da Sé de Braga para a Torre do Tombo, Lisboa, protagonizado pelo então inspetor das Bibliotecas e Arquivos, Júlio Dantas; e, por último o apoio de Manuel Monteiro à Biblioteca Pública de Braga.

3º Encontro Eurorregional de Música e Artes Cénicas

De sábado, 20.10.2018 até domingo, 21.10.2018
Braga & Guimarães
A Universidade do Minho organiza a 20 e 21 de outubro, em Braga e Guimarães, a terceira edição do Encontro Eurorregional de Música e Artes Cénicas - Música e Movimento Partilhados (MMP). Esta iniciativa da Fundação CEER - Centro de Estudos Euro-Regionais Galiza/Norte de Portugal conta no seu programa com cerca de vinte atividades ligadas à música, à dança e à poesia. A entrada é livre.

O evento resulta de um projeto de cooperação que nasceu há três anos da necessidade de compartilhar a cultura e a atividade artística gerada nas seis universidades públicas do Norte de Portugal e Galiza – Minho, Porto, Trás-os-Montes e Alto Douro, Corunha, Santiago de Compostela e Vigo – e abrir, assim, um canal de difusão transfronteiriça para estabelecer e reforçar sinergias, incluindo no domínio da cultura. As duas primeiras edições tiveram lugar em Vila Real e Santiago de Compostela.

A abertura oficial desta terceira edição realiza-se no dia 20, às 15h15, no salão nobre da UMinho, no Largo do Paço, em Braga, com a presença do reitor Rui Vieira de Castro e da vice-reitora para a Cultura e Sociedade, Manuela Martins, além de Valerià Paül, em representação da Fundação CEER. Segue-se a atuação de várias tunas femininas, no âmbito do festival “Trovas”, e do iPUM - Percussão Universitária do Minho.

Os espetáculos ao ar livre estendem-se até às 18h00 na Praça da República, ainda no centro de Braga, onde vai ser possível apreciar dança e música tradicionais galegas e folclore minhoto. A programação inclui ainda, das 18h30 às 19h00, no salão medieval da UMinho, momentos de poesia, dança contemporânea e jazz com termografia, a cargo de grupos culturais das universidades de Trás-os-Montes e Alto Douro, Corunha e Porto, respetivamente.


Esta iniciativa prossegue no dia seguinte, a partir das 11h00, no Largo do Toural, em Guimarães, com a atuação de tunas e grupos de percussão e de música tradicional galega, estando também previsto de manhã, na Praça de Santiago, um recital de poesia e uma performance de dança contemporânea. Esta edição do MMP tem a colaboração dos municípios de Braga e Guimarães.

+Info:
fceer.org/index.php?pid=noticias&detalle=3309, facebook.com/events/1827708993950373