Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Agenda




Portal UMinho > PT > Cultura > Agenda

 Agenda

Exposição de escultura "Evolucion", de Emilio Brunet, na Casa Museu de Monção

De terça-feira, 1.09.2020 até sábado, 31.10.2020
Até 31 de outubro | Monção
A Casa Museu de Monção, uma unidade cultural da UMinho naquela vila alto minhota, apresenta de 1 de setembro a 31 de outubro a mostra de escultura "Evolucion", do galego Emilio Brunet. A sala de exposições temporárias deste espaço conta com peças que dão uma nova vida à pedra e ao ferro, alertando em simultâneo para a necessidade de garantir a sobrevivência e o respeito constante pelo meio ambiente. Entrada livre de terça a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e ao sábado, das 14h00 às 19h00, encerrando ao domingo e à segunda-feira.

Contextualização do exposição

"Todas mis obras están muy vinculadas a la superviviencia y cuidado del medio ambiente ya que los materiales que utilizo, la piedra y el hierro, son de desecho y yo les doy una segunda oportunidad. Mis obras son un grito de alerta al planeta, reflejan una llamada de la naturaleza y en todas ellas la piedra siendo materia inerte tiene vida propia y expresa su sentimiento. En esta exposición el elemento principal La Piedra evoluciona dando paso a diferentes formas, estilos y movimientos, comenzando con retratos y siguiendo con piezas circulares ovales, angulares etc todas ellas de gran movilidad y plasticidade." (Emilio Brunet)

Emilio Filgueira Brunet - nota biográfica

Nasceu em 1965 em Vigo, Espanha. É membro da Fundacion Atlas Violeta e da EspaçoQ /QuadraSoltas, uma entidade sem fins lucrativos para divulgar a arte e cultura. Venceu o 1º e o 2º prémio de escultura no "Certamen Gallego de Artes Plásticas para Jóvenes". Já expôs nas feiras de arte de Louvre (Paris, França) e Spectrum (Miami, EUA), bem como em vários pontos de Espanha e de Portugal (Porto, Famalicão, Cinfães, São João da Pesqueira, Paredes).

- Fotos: facebook.com/casamuseudemoncaouminho/posts/3311094868943992

+Info: facebook.com/casamuseudemoncaouminho/posts/3311226815597464
www.casamuseumoncao.uminho.pt/ModuleLeft.aspx?mdl=~/Modules/Eventos/EventosView.ascx&ItemID=238&Mid=140&lang=pt-PT&pageid=3&tabid=0

Comemorações Centenárias sobre André Soares

De quarta-feira, 11.03.2020 até sexta-feira, 4.12.2020
Braga
Programa comemorativo dos 300 anos do nascimento e dos 250 anos da morte do arquiteto André Soares (1720-1769) em Braga, valorizando esta figura na história e na identidade da cidade. Iniciativa coordenada pelo Município de Braga, tendo na comissão organizadora Manuela Martins, vice-reitora da UMinho para a Cultura e Sociedade, Elísio Araújo, diretor da Biblioteca Pública de Braga, e Elisa Lessa, professora do Departamento de Música da UMinho, entre outros. Programa com exposições, conferências, congresso, teatro, concertos, intervenções de arte pública, serviços educativos, visitas guiadas e percursos orientados, incluindo várias sessões em espaços da UMinho, como o salão nobre e a galeria do Largo do Paço, a Biblioteca Pública de Braga, o Museu Nogueira da Silva, o Edifício dos Congregados e o Arquivo Distrital de Braga.

PROGRAMA

25 de novembro de 2019 (segunda-feira)
17h30 | SESSÃO SOLENE DE APRESENTAÇÃO DAS COMEMORAÇÕES CENTENÁRIAS DE ANDRÉ SOARES | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga
21h30 | CONCERTO COMEMORATIVO DOS 250 ANOS DA MORTE DE ANDRÉ SOARES (1720-1769), pelo Com.Cordas Ensemble | Theatro Circo

26 de novembro
de 2019 (terça-feira)
18h00 | CONFERÊNCIA “André Soares, um arquiteto de Braga, do Minho e de Portugal. 1720-1769” com Eduardo Pires de Oliveira | Arquivo Distrital de Braga

24 de janeiro
de 2020 (sexta-feira) - CANCELADO
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “O Rococó na Arte em Portugal”, com Vítor Serrão | Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho

21 de fevereiro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A Matemática do arquiteto André Soares na Capela de Nossa Senhora Aparecida”, com Ângela Lopes, Gisela Gomes, João Cabeleira & M. Elfrida Ralha | Basílica dos Congregados

5 de março
de 2020 (terça-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “As gravuras de Augsburg na obra de André Soares” | Museu Nogueira da Silva | 5 de março a 3 de maio

11 de março
de 2020 (quarta-feira)
18h00 | APRESENTAÇÃO DO LIVRO “André Soares no Património Religioso (na Arquidiocese de Braga)” - Artistas de/em Braga, de Paulo Abreu e Eduardo Pires de Oliveira | Capela de Santa Maria Madalena da Falperra

27 de março
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “D. José de Bragança: um príncipe no sólio bracarense”, com Paulo Abreu | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga

28 de março
de 2020 (sábado)
21h30 | TEATRO ANDRÉ SOARES (O Arquitecto), pela Nova Comédia Bracarense | Auditório Vita

6 de abril
de 2020 (segunda-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “O Congresso Internacional de Estudos «A arte em Portugal no século XVIII», de Homenagem a André Soares, na Imprensa” (Ciclo expositivo “Efemérides”) | Átrio da Biblioteca Pública de Braga - Praça do Município; 6 de abril a 8 de maio 2020

17 de abril
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A sociedade bracarense na Idade Moderna”, com Marta Lobo Araújo | Palácio do Raio

14 de maio
de 2020 (quinta-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “Arte, Arquitetura e Poder: André Soares e o Palácio D. José de Bragança” (Ciclo expositivo “Efemérides”) | Átrio da Biblioteca Pública de Braga - Praça do Município; 14 de maio a 17 de julho 2020

15 de maio
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “André Soares e o Bom Jesus do Monte”, com Aurélio de Oliveira | Santuário do Bom Jesus do Monte

4 de junho
de 2020 (quinta-feira)
II CONGRESSO INTERNACIONAL PAISAGENS SONORAS: O Som, a Música e a Arquitetura – nas Comemorações centenárias de André Soares | 4, 5 e 6 de junho

5 de junho
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “As festas na cidade de Braga em meados do século XVIII”, com Rui Ferreira | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga

4 de julho
de 2020 (sábado)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “A Cidade de Braga no tempo de André Soares” | Galeria do Paço - Universidade do Minho; 4 de julho a 30 de agosto

10 de julho
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A música em Braga no tempo de André Soares”, com Elisa Lessa | Salão Nobre dos Congregados

29 de agosto
de 2020 (sábado)
21h30 | CONCERTO “Royal Fireworks”, pela Orquestra Filarmónica de Braga | Terreiro dos Evangelistas, Santuário do Bom Jesus do Monte

18 de setembro
de 2020 (sexta-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “Robert Chester Smith : precursor dos estudos do barroco bracarense” | Centro Interpretativo Memórias da Misericórdia de Braga; 18 de setembro a 31 de outubro

25 de setembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “O Mappa da Cidade de Braga Primaz”, com Miguel Bandeira | Museu dos Biscainhos

27 de setembro
de 2020 (domingo)
21h30 | CONCERTO Dança no Barroco. Com.Cordas Ensemble com direção de Miguel Simões | M12 | €5 | €2,5 (Cartão Quadrilátero) Promotor: Município de Braga e Suonart - Associação Cultural | Theatro Circo

16 de outubro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | Conferências Soarescas: “História da vida privada na Braga Barroca”, com Ana Macedo | Museu dos Biscainhos

7 de novembro
de 2020 (sábado)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO Coletiva de Ilustração André Soares Integrada no Braga em Risco 2020, que decorrerá ente 7 e 15 de novembro, a exposição coletiva de Ilustração André Soares reúne o contributo de quatro ilustradores que reinterpretarão a obra do arquiteto bracarense. Organização: Município de Braga

8 de novembro
de 2020 (domingo)
15h00 | INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “André Ribeiro Soares da Silva – o homem e o legado”. A vida, a obra e o legado de André Soares: o dinamismo das suas composições e a sua reinterpretação nos trabalhos do seu discípulo, o beneditino Frei José de Santo António Vilaça. Comissariado: Eduardo Pires de Oliveira e PauloOliveira. Organização: Comissão organizadora dasComemorações centenárias de André Soares | Mosteiro de Tibães; 8 de novembro a 10 de janeiro

13 de novembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “André Soares e a Misericórdia de Braga”, com Manuela Machado | Palácio do Raio

30 de novembro
de 2020 (segunda-feira)
16h00 | Inauguração do Monumento Evocativo a André SoaresOrganização: Município de Braga
18h00 | SESSÃO SOLENE DE ENCERRAMENTO das Comemorações centenárias de André Soares. Lançamento da «Revista Bracara Augusta – especial André Soares». Organização: Comissão organizadora das Comemorações | Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho

4 de dezembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “Frei José de Santo António Vilaça: o discípulo”, com Paulo Oliveira | Sala do Capítulo, Mosteiro de Tibães


SERVIÇOS EDUCATIVOS


março a junho de 2020
RESIDÊNCIA ARTÍSTICA no Agrupamento de Escolas André Soares, pela A Casa ao Lado – Centro Artístico Agrupamento de Escolas André Soares A CASA AO LADO — Centro Artístico promove uma residência artística com alunos e professores do 1.º Ciclo do Agrupamento de André Soares, que visa a realização de um painel de azulejos com silhuetas de edifícios da cidade de Braga associados ao ilustre Arquiteto. Já com os jovens estudantes do 9.º ano do mesmo agrupamento desenvolve uma pintura mural com a imagem arquitetónica e pormenores das obras de André Soares. Estas atividades pretendem enriquecer o processo de formação integral dos alunos e a sua plena inserção na comunidade artística, despertando para uma consciência mais cooperante, pró-ativa, positiva e produtiva, como também, aprofundar o conhecimento sobre a obra do arquiteto André Soares e requalificar o património municipal e local da região. Organização: Agrupamento de Escolas André Soares e Município de Braga

16 a 18 de abril de 2020
VISITAS GUIADAS ÀS OBRAS DE ANDRÉ SOARES No âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, celebrado a 18 de abril, desenvolver-se-á um conjunto de visitas guiadas às obras de André Soares. Nos dias 16 e 17 de abril as visitas guiadas serão possibilitadas à comunidade escolar e no dia 18 de abril às famílias e outros interessados.Organização: Município de Braga Inscrições: inscricoes.cultura@cm-braga.pt

23 de setembro de 2020 a março de 2021
10h30
| TEATRO "PEQUENO TRATADO DE ARQUITETURA OU COMO ANDRÉ SOARES RISCOU O MUNDO" | Mosteiro de Tibães

+Info: www.cm-braga.pt/pt/1301/home/agenda/item/item-1-10257, www.cm-braga.pt/pt/0201/home/noticias/item/item-1-10244

II Ciclo de Cinema "WomanArt"

De quinta-feira, 8.10.2020 até quinta-feira, 5.11.2020
BLCS, Braga
A primeira edição ocorreu em 2019 e sobre a ditadura no contexto português. Este segundo ciclo conta com películas de Margarida Cardoso, Diana Andringa, Luciana Fina, Lucia Murat, Danielle Gaspar, Krishna Tavares e Flávia de Castro. Os seis filmes apresentados evidenciam questões de memória, identidade e trauma decorrentes da ação do Estado Novo e da ditadura militar no Brasil, além do colonialismo português em África.

Por exemplo, Luís Carlos Patraquim, poeta e jornalista do cinejornal "Kuxa Kanema", comenta a 27 de fevereiro "Kuxa Kanema" (2003), de Margarida Cardoso. A realizadora Diana Andringa e o escritor Luandino Vieira dialogam a 5 de março em torno do documentário "Tarrafal - Memórias do Campo da Morte Lenta" (2011). Já a realizadora Luciana Fina apresenta a 24 de setembro "Terceiro Andar" (2016), em diálogo com Vítor Ribeiro, programador de cinema da Casa das Artes de Famalicão.

A iniciativa é uma organização Grupo de Investigação em Artes, Género e Estudos Pós-Coloniais (CEHUM) no âmbito do projecto de investigação "Mulheres, Artes e Ditadura. Os casos de Portugal, Brasil e Países Africanos de Língua Portuguesa", financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

SESSÕES

- 27 de fevereiro, 21h00, BLCS | "Kuxa Kanema" (2003), de Margarida Cardoso, com a presença do poeta e jornalista Luís Carlos Patraquim, apresentado por Joana Passos e Margarida Pereira
Sinopse | Após a Independência de Moçambique em 1975, o novo presidente eleito, Samora Machel, criou como ação cultural o Instituto Nacional de Cinema (INC). Com unidades móveis, ele percorria as localidades do país para exibir o cinejornal "Kuxa Kanema", nome com significado de "o nascimento do cinema". O documentário reconstrói o trajeto vivido pelo INC, desde seu começo até sua decadência.

- 05 de março, 21h00, BLCS | "Tarrafal - Memórias do Campo da Morte Lenta" (2011), de Diana Andringa, com a presença daquela realizadora e do escritor Luandino Vieira
Sinopse | O documentário recolhe as memórias do português Edmundo Pedro, um dos dois únicos sobreviventes do primeiro período no Campo de Concentração do Tarrafal, na Ilha de Santiago, em Cabo Verde. O local também era conhecido como o "campo da morte lenta" e foi criado pelo Governo português durante o Estado Novo. Construído aos moldes dos campos nazistas, era usado para aprisionar e afastar da metrópole de Portugal todos os presos problemáticos, como os portugueses contrários ao regime do período e nacionalistas de Angola, Guiné-Bissau e Cabo Verde, que lutavam contra a colonização portuguesa.

- 24 de setembro, 21h00, BLCS | "Terceiro Andar" (2016), de Luciana Fina, com a presença daquela realizadora e do programador de cinema Vítor Ribeiro
Sinopse | Em que língua é que vamos contar as histórias que nos foram contadas? Em que língua escrever uma declaração de amor? Centro histórico de Lisboa, Bairro das Colónias, terceiro andar. Fatumata e Aissato, mãe e primogénita de uma numerosa família originária da Guiné-Bissau, discutem o amor e a felicidade. Pelas sete da tarde, do terceiro até ao meu quinto andar, ressoa pelo prédio um som regular, sempre igual, como o bater do coração. O som sobe escadas e patamares, atravessa paredes, portas e corredores, habita as casas, as cozinhas e as varandas interiores.

- 08 de outubro, 21h00, BLCS | "Que Bom Te Ver Viva" (1989), de Lucia Murat, apresentado por Laís Natalino
Sinopse | Ex-presas políticas da ditadura militar brasileira analisam como puderam enfrentar as torturas e prisões, relatando as situações e como sobreviveram a esse período, onde delírios e fantasias são recorrentes. O filme intercala cenas documentais com um monólogo ficcional, que é uma amálgama dos relatos e das memórias dessas corajosas mulheres.

- 22 de outubro, 21h00, BLCS | "Atrás de Portas Fechadas" (2014), de Danielle Gaspar e Krishna Tavares, com apresentação daquelas realizadoras
Sinopse | Investigação sobre fatores determinantes na construção das convicções politico-ideológicas de mulheres durante a Ditadura Militar no Brasil. Se as mulheres das organizações de esquerda lutaram pela participação política e contra a repressão, as mulheres da elite brasileira deixaram os seus lares apenas provisoriamente para defendê-los da "ameaça comunista". Esses eventos influenciaram o debate sobre o comportamento e a condição da mulher na sociedade brasileira.

- 05 de novembro, 21h00, BLCS | "Diário de uma Busca" (2011), de Flávia Castro, com apresentação daquela realizadora
Sinopse | Outubro, 1984. Celso Castro, jornalista com longa história de militância de esquerda, é encontrado morto no apartamento de um ex-oficial nazista, onde entrou à força. A polícia sustenta que se trata de um suicídio. O episódio, digno de um filme de suspense, é o ponto de partida de Flávia, filha de Celso e diretora do filme, que decide reconstruir a história da vida e da morte do homem singular que foi o seu pai. É uma viagem no tempo e na geografia: a diretora volta aos cenários do exílio familiar, da ilusão e do fracasso de um projeto político. As vozes imbricadas de Celso (de suas cartas) e de sua filha constroem um retrato íntimo de uma relação marcada pela história e pela ausência.

+Info: cehum.ilch.uminho.pt/default/gaps, ceh.ilch.uminho.pt/womanart, ceh.ilch.uminho.pt/womanart/?cat=107, Joana Passos (jfvpassos@gmail.com) e Laís Natalino (laisnatalino@ilch.uminho.pt)

I Temporada de Música de Câmara de Braga

De sábado, 10.10.2020 até quarta-feira, 30.12.2020
Braga
I Temporada de Música de Câmara de Braga com sete concertos entre 10 de outubro e 30 de dezembro de 2020, na Basílica dos Congregados, no centro da cidade, tendo direção artística de Miguel Simões. Organização do Município de Braga, do ComCordas Ensemble e da Suonart Associação Cultural, com o apoio do Departamento de Música da UMinho, da Basílica dos Congregados e da Antena 2.

PROGRAMA

- 10 de outubro, 19h00 | Sextetos de cordas, com obras de Brahms e Tchaikovsky
- 17 de outubro
, 19h00 | Quintetos de clarinete, com obras de Mozart e Brahms
- 31 de outubro
, 19h00 | Trios com piano, com obras de Beethoven e Brahms
- 13 de novembro
, 19h00 | Recital de orgão, com obras de Bach, Tartini e Rosa
- 27 de novembro
, 19h00 | Camerata de cordas da UMinho, com obras de Bach e Vivaldi
- 07 de dezembro
, 19h00 | Comemorações dos 250 anos do nascimento de Beethoven
- 30 de dezembro
, 19h00 | Octetos de cordas, com obras de Mendelssohn e Shostakovich

+Info: facebook.com/musicadecamarabraga/posts/109724734195145

XXX Encontros da Imagem com 14 exposições na UMinho

De sexta-feira, 11.09.2020 até sábado, 31.10.2020
Até 31 de outubro | Braga, Guimarães, Barcelos e Porto
A 30ª edição dos "Encontros da Imagem – Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais" decorre de 11 de setembro a 31 de outubro, com 36 exposições de 68 artistas em 23 espaços de Braga, Porto, Guimarães e Barcelos. Repensado face à pandemia, o programa tem o tema Genesis e alia ainda projeções, workshops, ciclo de cinema, visitas guiadas, catálogo, prémios, edições de livros e atividades online, como leituras de portefólios, oficinas ou debates. A apresentação à imprensa foi a 9 de setembro, às 17h00, no salão nobre da Reitoria da Universidade do Minho, em Braga, com o diretor dos Encontros, Carlos Fontes, o reitor Rui Vieira de Castro, a vice-reitora Manuela Martins e a vereadora da Cultura, Lídia Dias.

A UMinho reforça a sua aposta na cultura e é um eixo do festival, acolhendo 14 exposições e de entrada livre. Em Braga, a Galeria do Paço é palco de nove dessas exibições. O que se pode ver aí? O artista finlandês Touko Hujanen revela a primeira escola autossuficiente do mundo, o alemão Robin Hinsch percorre comunidades que extraem petróleo, gás ou carvão e a húngara Kata Geibl foca o individualismo feroz. Da Itália, Annamaria Belloni trata a tensão ser humano vs. natureza, o duo Mattia Micheli & Nicolò Panzeri aborda a mercantilização dos Alpes e Florence Cuschieri visita locais nórdicos em que se perdeu o sentimento de pertença. Sobre a realidade da América do Sul, Marianne e Katarzyna Wasowska evocam a migração de polacos conterrâneos para aquele território, a francesa Elsa Leydier explora o exotismo natural apropriado pelo poder e o canadiano Aaeron Elkaim alude à erosão da Amazónia e dos povos nativos.

Já no Museu Nogueira da Silva, uma unidade cultural da UMinho, a instalação fotográfica da brasileira Nina Franco retrata a violência persistente contra mulheres, enquanto a série do colombiano Felipe Beltran questiona a ação policial face a pessoas sem documentos. Ainda em Braga, mas no campus de Gualtar, o norte-americano James Reeder leva à Escola de Medicina gestos (re)fotografados de livros e alheios à era digital; no B-Lounge da Biblioteca Geral, o francês Luc Choquer traça a memória de Braga no ano 2000. Em Guimarães, Stanislas Guigui traz ao B-Lounge da Biblioteca da UMinho a degradação humana na guerra civil em Bogotá.

A abertura oficial dos “Encontros da Imagem” foi a 11 de setembro, repartida em dois momentos: às 15h00, no Forum Arte Braga, e às 16h30, no Museu Nogueira da Silva. Nesta cidade, o festival passa ainda pelo Mosteiro de Tibães, pela Casa dos Crivos, pelo Museu dos Biscainhos, pelo Theatro Circo, pelo gnration, pelo Edifício do Castelo e pela Galeria EI. Há igualmente obras patentes no Salão Gótico em Barcelos, na Casa da Antiga Câmara e no Museu Alberto Sampaio, ambos em Guimarães. No Porto, os trabalhos podem ser vistos no Mira Fórum, no Instituto de Produção Cultural e Imagem, na Cave Photography e nas galerias Salut Au Monde! e Adorna Corações.

Este festival é uma referência em Portugal pela sua dimensão e perfil e é um dos mais antigos e reputados do género na Europa.

- Fotos: facebook.com/uminhooficial/posts/3346910288718537, facebook.com/uminhooficial/posts/3340531462689753

+Info: encontrosdaimagem.com, instagram.com/eimagem, facebook.com/eimagem, ei@encontrosdaimagem.com