Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal UMinho

Agenda




Portal UMinho > PT > Cultura > Agenda

 Agenda

Arte Rupestre do Vale do Côa na Nova Galeria do Paço

De sexta-feira, 17.01.2020 até segunda-feira, 20.04.2020
Até 20 de abril | Nova Galeria do Largo do Paço, Braga
A Universidade do Minho (UMinho) reabriu a Nova Galeria do Paço a 17 de janeiro, pelas 18h00, assinalando o início da programação cultural de 2020 através da inauguração de uma exposição sobre a Arte Rupestre do Vale do Côa. A iniciativa conta com a colaboração da Fundação Côa Parque, entidade gestora daquele património.

A exposição recebe o título de “20 (mil) anos do Vale do Côa”, valorizando-se a antiguidade do conjunto artístico e os 21 anos da sua classificação como Património Mundial pela UNESCO. A inauguração contou com a presença do reitor Rui Vieira de Castro, da vice-reitora da UMinho para a Cultura e Sociedade, Manuela Martins, do presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro e do ex-diretor do Parque Arqueológico e do Museu do Côa, António Martinho Baptista.

Com esta exposição a UMinho pretende contribuir para a divulgação deste admirável património artístico, de uma enorme modernidade, que constitui um bem de todos, procurando divulgar também os contornos da polémica que se instalou com a sua identificação, a partir de 1994 e que se manteve mesmo após a decisão política de suspender a construção da barragem de Foz Côa, que já havia sido iniciada antes das gravuras terem sido descobertas, e que foi tomada por resolução do Conselho de Ministros, de 17 de janeiro de 1996. Na sequência dessa decisão foi criado o Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) - que abriu ao público a 10 de Agosto de 1996 – e que integra o território onde se regista uma invulgar concentração de arte rupestre pré e proto-histórica ao ar livre, cronologicamente alongada entre o Paleolítico superior (±25.000 anos BP) e a IIª Idade do Ferro (2ª metade do 1º milénio a.C.).

O ciclo de arte paleolítica, disseminado por centenas de rochas gravadas, com motivos figurando cavalos, auroques, cabras e cervídeos, para além de alguns raros antropomorfos, é o mais conhecido e formaliza um dos mais notáveis conjuntos de arte pré-histórica da Europa ocidental. O reconhecimento do valor e singularidade da arte paleolítica do Baixo Côa, juntamente com a longa diacronia das manifestações artísticas que podem ser encontradas na área do PAVC e que transformam este território num verdadeiro ‘santuário rupestre’, justificam o seu reconhecimento nacional e internacional e a sua classificação como Património da Humanidade pela UNESCO.

A exposição poderá ser visitada entre as 10h00 e as 18h00, de segunda-feira a sábado, até dia 20 de abril.

- Fotos: facebook.com/museudocoa/posts/3156104801070508

Exposição "A descoberta ou invenção para além do que se observa…", de João Mateus

De sábado, 7.03.2020 até quinta-feira, 30.04.2020
Até 30 de abril | Museu Nogueira da Silva, Av. Central, Braga
Exposição de pintura, desenho e gravura "A descoberta ou invenção para além do que se observa…", de João Mateus, patente de 7 de março (inauguração às 17h00) até 30 de abril, na galeria da universidade do Museu Nogueira da Silva, uma unidade cultural da UMinho no centro de Braga.

Contextualização

De vários modos sentimos e partilhamos instantes fixadas no espaço e no tempo. Assistimos a vivências efémeras em espaços permanentes. Observamos o detalhe e descobrimos ou inventamos para além do que se apresenta. Um vislumbrar para além do que está escondido. A presença do que está ausente. Um olhar para o horizonte. A presença da própria matéria que ali mesmo está ou ali mesmo se representa. As pessoas, os retratos, as representações de si mesmas. Os sonhos, as recordações e as memórias das vivências. Os instantes de afecto, as tensões emocionais, as aproximações, os encontros e os afastamentos.

João Mateus - nota biográfica

Nasceu em Lisboa em 1951. É arquitecto, pintor e músico. Na expressão artista, trabalha o desenho, a aguarela com desenho acrílico, a gravura, o pastel seco, a pintura a óleo e a fotografia. Licenciou-se 1977 em Arquitetura, pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa (ESBAL). Na música desenvolve actividade em música antiga da Idade Média, Renascença e Pré-Barroco. É músico multi-instrumentista executante de corneta histórica, charamela e baixão. É construtor de instrumentos de sopro nomeadamente da família das cornetas históricas e dos baixões, réplicas do século XVI-XVII.

Exposições individuais: "ATRAVÉS DO SONHO” – Sala da Nora, Cine-Teatro Avenida, Castelo Branco, 2005. / “CONVITE PARA O SONHO” - Galeria Ygrego, Lisboa, 2005-06 / “O SONO e o SONHO”, integrado no 4º. Congresso Português do Sono - Hotel do Mar, Sesimbra, 2006 / “DESAFIO AO SONHO” - Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Átrio do Bar da Biblioteca, integrada na I Jornada Luso-Brasileira de Literatura para Crianças e Jovens, 2010. / SEGMENTOS - ESPAÇOS E TEMPOS, PINTURA E DESENHO - Paços Galeria Municipal, Torres Vedras, 2013 / "A PRESENÇA DAS MEMÓRIAS, A AUSÊNCIA DOS MOMENTOS", Galeria do Campus de Justiça, Lisboa, 2015-2016 / " A PRESENÇA DO DETALHE E O QUE PARA ALÉM SE DESCOBRE..." – Galeria Dom Pastor, Manteigas, 2016 / "A PRESENÇA DE MOMENTOS EM ESPAÇOS PERMANENTES..." - Centro Cultural e Congressos Caldas da Rainha, 2017 / "INSTANTES FIXADOS NO ESPAÇO E NO TEMPO..." - ARTEVER, Venda Nova, Amadora - Março 2018.

Exposições coletivas: “MÚLTIPLOS DE ARTE” - Galeria São Francisco em Lisboa, 1973 / 2ª EXPOSIÇÃO NACIONAL DE PEQUENO FORMATO - Galeria Viragem, Cascais, 1988 / Exposição “ENCONTRO” – Galeria S. Francisco em Lisboa, 2000 / "ESCRE.SENHOS E ESTÓRIAS SEM PALAVRAS", Desenhos e Textos de Simão Mateus e Pintura de João Mateus - Centro Cultural da Malaposta, Odivelas, 2012 / ARTSHOW de Caldas da Rainha, 2012 / Exposição INSTITUTO DE ARTE E OFÍCIOS, 19 ANOS - Paços Galeria Municipal, Torres Vedras, 2013 / "Concours 2013: AUTOPORTRAIT" - Galerie L'OEIL du HUIT, Paris, 2013 / "TRÊS EXPRESSÕES", Helena Trindade, João Mateus, Maria Thalmann - Dargil Lisboa, 2014 / PINTURA DE JOÃO MATEUS E PINTURA DE MANUELA MARTINHO" - Arte Galeria Groupama, 2016 / GRAVURA, AGA - Associação de Gravura da Amadora, 2017 / PLURALIDADES 2018, AGA GRAVURA, Almada , 2018 / LIVRO DE ARTISTA, AGA, Associação de Gravura da Amadora, 2019

+Info: www.mns.uminho.pt

2ª edição da Comunidade de Leitores da Rede Casas do Conhecimento

De quarta-feira, 18.03.2020 até quarta-feira, 17.06.2020
Boticas, Braga, Vila Verde, Paredes de Coura e Montalegre
Segunda edição da Comunidade de Leitores da Rede Casas do Conhecimento, com seis sessões entre janeiro e junho, abrangendo diversas localidades e em videoconferência. Iniciativa organizada pela Casa do Conhecimento e pelos Serviços de Documentação da UMinho (SDUM), com a colaboração das Casas do Conhecimento dos Municípios de Boticas, Montalegre, Paredes de Coura e Vila Verde. Objetivo? Formar comunidades locais de leitores que em dia e hora marcada se reúnem, em cada Casa do Conhecimento, para discutir e refletir sobre determinado livro, a par das comunidades de leitores das restantes Casas do Conhecimento, podendo os interessados inscrever-se aqui.

PROGRAMA

- 15 de janeiro, 17h30-19h00 |
Casa do Conhecimento de Boticas
Livro "A Senhora Professora", de Rui Damásio

- 19 de fevereiro, 17h30-19h00 |
Casa do Conhecimento da UMinho/SDUM, Braga
Livro "Inteligência Artificial", de Arlindo Oliveira

- 18 de março, 17h30-19h00 | Casa do Conhecimento de Vila Verde
Livro "Tecnologia Versus Humanidade – O confronto futuro entre a Máquina e o Homem", de Gerd Leonhard

- 15 de abril, 17h30-19h00 | Casa do Conhecimento da UMinho/SDUM, Braga
Livro "Como Tornar-se Doente Mental", de José Luís Pio Abreu

- 20 de maio, 17h30-19h00 | Casa do Conhecimento de Paredes de Coura
Livro "A Casa Grande de Romarigães", de Aquilino Ribeiro

- 17 de junho, 17h30-19h00 | Casa do Conhecimento de Montalegre
Livro "Planalto do Gostofrio", de Bento da Cruz

+Info: www.casasdoconhecimento.pt,
facebook.com/casasdoconhecimento

Exposição "As gravuras de Augsburg na obra de André Soares"

De quinta-feira, 5.03.2020 até sábado, 2.05.2020
Museu Nogueira da Silva, Av. Central, Braga
O Museu Nogueira da Silva, uma unidade cultural da UMinho no centro de Braga, recebe de 5 de março a 2 de maio uma exposição, aberta ao público, com um conjunto de gravuras impressas no século XVIII, na cidade de Augsburg, na Alemanha. Estas gravuras terão servido como elemento de aprendizagem e/ou inspiração ao risco do arquiteto bracarense André Soares e a entalhadores da época. As obras em questão refletem a expressão do barroco, cristalizada em clichês ornamentais, difundidos globalmente, chegando também a Portugal. A partir de uma seleção de obras do Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, a exposição comissariada por Eduardo Pires de Oliveira pretende estabelecer um diálogo com a obra edificada de André Soares através da fotografia, como meio para explicitar a evidência da inspiração.

+Info: www.mns.uminho.pt

Comemorações Centenárias sobre André Soares

De quarta-feira, 11.03.2020 até sexta-feira, 4.12.2020
Braga
Programa comemorativo dos 300 anos do nascimento e dos 250 anos da morte do arquiteto André Soares (1720-1769) em Braga, valorizando esta figura na história e na identidade da cidade. Iniciativa coordenada pelo Município de Braga, tendo na comissão organizadora Manuela Martins, vice-reitora da UMinho para a Cultura e Sociedade, Elísio Araújo, diretor da Biblioteca Pública de Braga, e Elisa Lessa, professora do Departamento de Música da UMinho, entre outros. Programa com exposições, conferências, congresso, teatro, concertos, intervenções de arte pública, serviços educativos, visitas guiadas e percursos orientados, incluindo várias sessões em espaços da UMinho, como o salão nobre e a galeria do Largo do Paço, a Biblioteca Pública de Braga, o Museu Nogueira da Silva, o Edifício dos Congregados e o Arquivo Distrital de Braga.

PROGRAMA

25 de novembro de 2019 (segunda-feira)
17h30 | SESSÃO SOLENE DE APRESENTAÇÃO DAS COMEMORAÇÕES CENTENÁRIAS DE ANDRÉ SOARES | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga
21h30 | CONCERTO COMEMORATIVO DOS 250 ANOS DA MORTE DE ANDRÉ SOARES (1720-1769), pelo Com.Cordas Ensemble | Theatro Circo

26 de novembro
de 2019 (terça-feira)
18h00 | CONFERÊNCIA “André Soares, um arquiteto de Braga, do Minho e de Portugal. 1720-1769” com Eduardo Pires de Oliveira | Arquivo Distrital de Braga

24 de janeiro
de 2020 (sexta-feira) - CANCELADO
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “O Rococó na Arte em Portugal”, com Vítor Serrão | Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho

21 de fevereiro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A Matemática do arquiteto André Soares na Capela de Nossa Senhora Aparecida”, com Ângela Lopes, Gisela Gomes, João Cabeleira & M. Elfrida Ralha | Basílica dos Congregados

5 de março
de 2020 (terça-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “As gravuras de Augsburg na obra de André Soares” | Museu Nogueira da Silva | 5 de março a 3 de maio

11 de março
de 2020 (quarta-feira)
18h00 | APRESENTAÇÃO DO LIVRO “André Soares no Património Religioso (na Arquidiocese de Braga)” - Artistas de/em Braga, de Paulo Abreu e Eduardo Pires de Oliveira | Capela de Santa Maria Madalena da Falperra

27 de março
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “D. José de Bragança: um príncipe no sólio bracarense”, com Paulo Abreu | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga

28 de março
de 2020 (sábado)
21h30 | TEATRO ANDRÉ SOARES (O Arquitecto), pela Nova Comédia Bracarense | Auditório Vita

6 de abril
de 2020 (segunda-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “O Congresso Internacional de Estudos «A arte em Portugal no século XVIII», de Homenagem a André Soares, na Imprensa” (Ciclo expositivo “Efemérides”) | Átrio da Biblioteca Pública de Braga - Praça do Município; 6 de abril a 8 de maio 2020

17 de abril
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A sociedade bracarense na Idade Moderna”, com Marta Lobo Araújo | Palácio do Raio

14 de maio
de 2020 (quinta-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “Arte, Arquitetura e Poder: André Soares e o Palácio D. José de Bragança” (Ciclo expositivo “Efemérides”) | Átrio da Biblioteca Pública de Braga - Praça do Município; 14 de maio a 17 de julho 2020

15 de maio
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “André Soares e o Bom Jesus do Monte”, com Aurélio de Oliveira | Santuário do Bom Jesus do Monte

4 de junho
de 2020 (quinta-feira)
II CONGRESSO INTERNACIONAL PAISAGENS SONORAS: O Som, a Música e a Arquitetura – nas Comemorações centenárias de André Soares | 4, 5 e 6 de junho

5 de junho
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “As festas na cidade de Braga em meados do século XVIII”, com Rui Ferreira | Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga

4 de julho
de 2020 (sábado)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “A Cidade de Braga no tempo de André Soares” | Galeria do Paço - Universidade do Minho; 4 de julho a 30 de agosto

10 de julho
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “A música em Braga no tempo de André Soares”, com Elisa Lessa | Salão Nobre dos Congregados

29 de agosto
de 2020 (sábado)
21h30 | CONCERTO “Royal Fireworks”, pela Orquestra Filarmónica de Braga | Terreiro dos Evangelistas, Santuário do Bom Jesus do Monte

18 de setembro
de 2020 (sexta-feira)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “Robert Chester Smith : precursor dos estudos do barroco bracarense” | Centro Interpretativo Memórias da Misericórdia de Braga; 18 de setembro a 31 de outubro

25 de setembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “O Mappa da Cidade de Braga Primaz”, com Miguel Bandeira | Museu dos Biscainhos

27 de setembro
de 2020 (domingo)
21h30 | CONCERTO Dança no Barroco. Com.Cordas Ensemble com direção de Miguel Simões | M12 | €5 | €2,5 (Cartão Quadrilátero) Promotor: Município de Braga e Suonart - Associação Cultural | Theatro Circo

16 de outubro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | Conferências Soarescas: “História da vida privada na Braga Barroca”, com Ana Macedo | Museu dos Biscainhos

7 de novembro
de 2020 (sábado)
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO Coletiva de Ilustração André Soares Integrada no Braga em Risco 2020, que decorrerá ente 7 e 15 de novembro, a exposição coletiva de Ilustração André Soares reúne o contributo de quatro ilustradores que reinterpretarão a obra do arquiteto bracarense. Organização: Município de Braga

8 de novembro
de 2020 (domingo)
15h00 | INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “André Ribeiro Soares da Silva – o homem e o legado”. A vida, a obra e o legado de André Soares: o dinamismo das suas composições e a sua reinterpretação nos trabalhos do seu discípulo, o beneditino Frei José de Santo António Vilaça. Comissariado: Eduardo Pires de Oliveira e PauloOliveira. Organização: Comissão organizadora dasComemorações centenárias de André Soares | Mosteiro de Tibães; 8 de novembro a 10 de janeiro

13 de novembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “André Soares e a Misericórdia de Braga”, com Manuela Machado | Palácio do Raio

30 de novembro
de 2020 (segunda-feira)
16h00 | Inauguração do Monumento Evocativo a André SoaresOrganização: Município de Braga
18h00 | SESSÃO SOLENE DE ENCERRAMENTO das Comemorações centenárias de André Soares. Lançamento da «Revista Bracara Augusta – especial André Soares». Organização: Comissão organizadora das Comemorações | Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho

4 de dezembro
de 2020 (sexta-feira)
21h30 | CONFERÊNCIAS SOARESCAS: “Frei José de Santo António Vilaça: o discípulo”, com Paulo Oliveira | Sala do Capítulo, Mosteiro de Tibães


SERVIÇOS EDUCATIVOS


março a junho de 2020
RESIDÊNCIA ARTÍSTICA no Agrupamento de Escolas André Soares, pela A Casa ao Lado – Centro Artístico Agrupamento de Escolas André Soares A CASA AO LADO — Centro Artístico promove uma residência artística com alunos e professores do 1.º Ciclo do Agrupamento de André Soares, que visa a realização de um painel de azulejos com silhuetas de edifícios da cidade de Braga associados ao ilustre Arquiteto. Já com os jovens estudantes do 9.º ano do mesmo agrupamento desenvolve uma pintura mural com a imagem arquitetónica e pormenores das obras de André Soares. Estas atividades pretendem enriquecer o processo de formação integral dos alunos e a sua plena inserção na comunidade artística, despertando para uma consciência mais cooperante, pró-ativa, positiva e produtiva, como também, aprofundar o conhecimento sobre a obra do arquiteto André Soares e requalificar o património municipal e local da região. Organização: Agrupamento de Escolas André Soares e Município de Braga

16 a 18 de abril de 2020
VISITAS GUIADAS ÀS OBRAS DE ANDRÉ SOARES No âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, celebrado a 18 de abril, desenvolver-se-á um conjunto de visitas guiadas às obras de André Soares. Nos dias 16 e 17 de abril as visitas guiadas serão possibilitadas à comunidade escolar e no dia 18 de abril às famílias e outros interessados.Organização: Município de Braga Inscrições: inscricoes.cultura@cm-braga.pt

23 de setembro de 2020 a março de 2021
10h30
| TEATRO "PEQUENO TRATADO DE ARQUITETURA OU COMO ANDRÉ SOARES RISCOU O MUNDO" | Mosteiro de Tibães

+Info: www.cm-braga.pt/pt/1301/home/agenda/item/item-1-10257, www.cm-braga.pt/pt/0201/home/noticias/item/item-1-10244